Fundo | Bottom | 2010

exposição Individual | solo exhibition | site specific
Centro Cultural do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos. São Paulo, SP
curadoria | curatorship Rejane Cintrão
desenvolvimento técnico de som | sound tech building: Dudu Tsuda

"Bottom" is a pool bottom construction, by taping a continuous photographic image within the exhibition space. The picture of moving water and the sound were designed with the purpose of dismembering the issues of the video and rearranging them in an immersive space, thus image, light, motion and sound are part of the conception of "Bottom". The sound of the work was done from the recording of the normal ambience of the hospital, but transformed into submerged ambience. The sound you hear is actually the sound of hospital deep in the water. "Bottom" is a site specific where flexible images from stickered surface generate a pool bottom with submerged bodies that bring into the space the viewer who circulates inside or outside of the building and is mixed to images by transparency. "Bottom" aims will also to interfere with the architecture of the building (Oscar Niemeyer) softening the environment through moving images and extending virtually the space into the floor, "Bottom" in the pool.

"Fundo" é a construção de um fundo de piscina, através da adesivação de uma imagem fotográfica contínua dentro do espaço expositivo. A imagem da água em movimento e o som foram pensados com o propósito de desmembrar as questões do vídeo e reorganiza-las em um espaço imersivo portanto imagem, luz, movimento e som se fazem parte da concepção de “Fundo”. A sonorização da obra foi feita a partir da gravação da ambiência normal do hospital, porém transformada em ambiência submersa. O som de que se escuta é de fato o som do hospital no fundo da água. “Fundo” é um site specific onde imagens flexíveis da superfície adesivada geram um fundo de piscina com corpos submersos que trazem para dentro do espaço o expectador que circula na parte interna ou externa do prédio e é mixado ás imagens pela transparência. “Fundo” se propõe também á interferir na arquitetura do prédio (Oscar Niemeyer) amolecendo o ambiente atraves das imagens em movimento e estendendo virtualmente o espaço para dentro do piso, o “Fundo”na piscina.